19dez
2012

Fotografia publicitária e de aviões, curtam nosso ilustre novo Colunista

Publicado por

Hoje estou muito feliz com a notícia que vou dar ao público do Blog Esquenta! Depois de um bom tempo de conversas, reuniões e devido à excesso de trabalho e agendas lotadas, vamos dar início a mais uma grande parceria!

Acredito que para leitores de blogs, de uma forma geral, o melhor presente deve ser sempre o melhor conteúdo, portanto é com grande prazer que antecipo o presente de Natal aos meus queridos amigos e seguidores do Esquenta com mais um grande e ilustre novo Colunista, que vai discorrer sobre fotografia, assunto interessantíssimo, cheio de peculiaridades e paixão. Vamos conhecê-lo, a seguir, através do texto e imagens que nos enviou?!

Em nome do Esquenta e de todos leitores: Seja muito bem vindo Becca!!

 

Fotografia – Colunista especializado agora no Esquenta

 

“Olá amigos do Esquenta, meu nome é Ricardo Beccari, sou fotógrafo especializado em imagens de aviões em pleno vôo e publicitária desde 1982. Fui convidado pelo o nosso anfitrião Marcelo Balerone para esquentar ainda mais o Esquenta.

Quinzenalmente darei dicas de como fotografar, modelos de câmeras, lançamentos e tendências do mercado. Também viajaremos nas asas de aviões incríveis, do experimental ultra leve aos sofisticados jatos executivos.

 

Ricardo Beccari

Foto de Aviões são a grande paixão do nosso fotógrafo

Beccari trabalha com fotografia já fazem mais de 30 anos

Além de aviões, tem um grande portfólio publicitário, alguns exemplos: Foto de Alimentos

Foto de Carros

Foto de Moda

Foto de Pessoas

Foto de Arquitetura

 

Pra começar vou falar do que eu gosto de fazer, voar lado a lado de outro avião para capturar imagens de arrebentar o fôlego.

É comum tentar imaginar como são feitas imagens de grandes aviões ou jatos executivos para anúncios e catálogos etc… Eu escuto todo tipo de pergunta… Você salta de paraquedas para fazer as imagens? Fica amarrado do lado de fora? E a melhor: É você mesmo quem faz esta foto?  Sim sou eu!  Meu ”corpinho mignon” sempre deixa um rastro de dúvidas, não sou exatamente o perfil de fotógrafo que é sempre muito esguio…

 

 

Como funciona meu trabalho? Geralmente a companhia de aviação ou fabricante me encomenda uma imagem de seu produto esperando sempre o melhor, afinal vender um jato comercial ou um executivo de alto luxo não é tarefa fácil. Os valores facilmente ultrapassam a casa do milhar para o milhão e é este em geral meu tipo de cliente, nada pode dar errado… Mexemos com vidas e muito dinheiro para a produção.

O dia geralmente começa muito cedo, costumo marcar cinco horas da manhã, adoro voar de manhã, porque além do ar mais limpo e o vento fresco tenho melhor controle da luz. Antes de voar fazemos um briefing com o pessoal envolvido. Os aviadores, são eles as verdadeiras estrelas do evento, o entrosamento é primordial, todos extremamente profissionais habilitados para este tipo de vôo. Tudo é combinado, em qual região voaremos, níveis, em caso de perder um avião de vista o que faremos, quais manobras etc…

 

Diversas capas da revista AeroMagazine – todas fotos tiradas pelo nosso Colunista

 

Preparo meu cinto de segurança, na gíria “rabo de macaco”, prendo firme no avião, não deixo folgas ou chances para o azar, qualquer movimento brusco poderia me jogar para fora. Gosto de voar baixo, 1000 pés acima do terreno, procuro lugares com fundos uniformes, mares ou montanhas. Sempre voando em curva, além de aproveitar vários tipos de cenas e luzes o avião fica mais imponente, pelo rádio digo para variar a altura e distância, é um voo que deixa todos exaustos mas com muito prazer. Nunca passo de uma hora de vôo, gosto de ser rápido, disparar pouco e com muita cautela, aprecio a cena no visor da minha câmera e ai então como um atirador, aperto suavemente o botão que dispara o obturador da minha Canon.

 

 

Gosto de voar perto, a diferença é de meio avião, sempre usando grande angular ou uma 70 milímetros. Minha marca registrada é deixar as hélices borradas, para isso uso o obturador bem lento, a velocidade em torno de 1/60 avos por segundo dá a sensação de movimento, se usarmos a velocidade do obturador alta corremos o risco de congelarmos este movimento e assim parecer que o avião foi colocado por um programa de manipulação de imagens.

Dia destes um amigo disse que me invejava, porque eu ainda ganho para trabalhar em uma profissão de puro prazer.”

 

Ainda vale dizer que nosso querido Colunista é fotografo oficial da Esquadrilha da Fumaça, tendo viajado o mundo todo registrando imagens desse “orgulho nacional” e recentemente lançou o livro Na Trilha da “Fumaça” que retrata essa parceria de décadas. Constantemente é convidado para mostrar seu trabalho em renomados programas de TV.

Capa do Livro: Na Trilha da “Fumaça”

Beccari com alguns pilotos da Esquadrilha da Fumaça

Ricardo Beccari no Programa do Jô

Link da entrevista completa com Jô Soares:

http://tvg.globo.com/programas/programa-do-jo/programa/platb/2012/08/21/ricardo-beccari-fala-sobre-o-livro-na-trilha-da-fumaca/

 

Ricardo Beccari sendo entrevistado pelo Chef Edu Guedes

Link da entrevista completa com Edu Guedes:

http://noticias.r7.com/videos/edu-guedes-recebe-fotografo-que-registrou-sete-anos-de-historia-da-esquadrilha-da-fumaca/idmedia/50553ec36b71e8304f00bb53.html

 

Show de Bola né galera!!! O cara é fera mesmo e vai agregar muito ao Esquenta.

Abaixo os contatos dele:

Site: www.airplane.com.br
E-mail: Beccari@airplane.com.br