15abr
2013

Hollywood sofre com a falta de Criatividade … #vergonhalheia

Publicado por

Oláááá Steven Spielberg, sou seu fã, mas até você irá concordar com esse post, Hollywood anda meio sem criatividade ultimamente.

As vezes sentamos na sala de cinema e logo após o apagar das luzes temos aquela sensação de que já vimos esse filme antes … troque os personagens e o cenário, mas a história é exatamente a mesma. Os mesmos vilões, os mesmos romances, sempre uma casa nova em um filme de terror e o que mais me irrita, a falta de criatividade nos enredos … nas histórias sempre as mesmas dentro de seus temas.

 

hollywood 

  

Continue Lendo

06fev
2013

Lincoln: A obra-prima do cinema realista

Publicado por

Lincoln não é um filme de ação, aventura ou suspense (ponto).

 

Lincoln: A obra-prima do cinema realista 

Poster oficial do filme

 

Todo o conflito está registrado nos livros de história e, se no passado Spielberg nos serviu com histórias fantasiosas como Jurassic Park; agora, com o excepcional Lincoln, ele nos coroa com uma forte dose de realismo.

Está tudo ali, intrínseco à Guerra Civil: o clima pesado, obscuro – muitas vezes melancólico – diálogos intensos e elenco arrebatador. Se tivesse parado por aí, Spielberg já teria feito um dos melhores filmes do ano, mas colocou a cereja em cima do bolo: escalou Daniel Dai Lews para o papel principal. Poucas vezes o cinema viu uma interpretação tão real, sincera e genial.

Daniel Day Lewis e Spielberg

Continue Lendo

31jul
2012

E aí, já comeu? ou ainda posso?

Publicado por

Pessoal,

Conversando com minha amiga Paulinha Di Dio (profissional de renome do setor de Propaganda), que foi quem sugere e assina esta matéria junto comigo, chegamos a conclusão de que valia publicar, mesmo o filme tendo sindo lançado à pouco mais de 1 mês (estreou em 22 de junho) já que é uma das maiores bilheterias da história do cinema nacional (já ultrapassou 2 milhões de espectadores) e porque, nós brasileiros, ainda, só vamos assistir os nossos filmes, depois que temos a certeza da “boa indicação”.

O filme “E, aí Comeu?”, é uma adaptação da peça de Marcelo Rubens Paiva, que apresenta situações do cotidiano pelo ponto de vista, estritamente, masculino.

Olhem o que a Paulinha me escreveu: “Fui assistir nesse domingo (dia 29/07), o cinema lotado e a risadaria rolando solta…uma comédia engraçadíssima e muito verdadeira, onde 3 amigos inseparáveis falam do cotidiano e das relações homem x mulher, sob a ótica masculina.

Vale muito a pena ver, para ambos os sexos, afinal desde os primórdios homens e mulheres tentam se entender e desvendar os mistérios e complexidades das relações humanas…”uma comédia, leve e gostosa!” – completa Paulinha,  Super recomendamos!

Continue Lendo

28jul
2012

Playcenter ! O triste fim da Monga

Publicado por

O Playcenter já vai tarde!” Essa é a frase de muitos, após a notícia que será amanhã, domingo, dia 29 de julho, depois de 39 anos de existência.

Playcenter

Mas, para os paulistanos, como eu, isso causa tristeza, um “ar de melancolia”, afinal nossa cidade tem laços afetivos com o parque, a ponto de alguns considerarem o local como um cartão postal, talvez dado à carência por entretenimento.

Playcenter carimbo

Vários de vocês, até, devem lembrar do dingo, “… me dê a sua mão e vamos juntos ao Playcenter!…” que bombava nas rádios e comercais de tv, ou ainda, dos brinquedos como Colossus, Super Jet, Teleférico, Enterprise e a temida Monga (essa eu morria de medo, mal ela aparecia, já corria pro do lado de fora! rs). Ir ao Playcenter na minha infância e adolescência era o máximo.

Playcenter colossus

 

 

Playcenter teleferico

 

Playcenter – Monga !

MONGA- Playcenter

Confesso que faz anos que não coloco os pés lá, não sei nem mais como é e, não tenho dados, nem cabe aqui julgar as razões ou decisão tomada, mas percebemos ou nos deu a impressão da ausência de marketing direcionado ao público que frequentava  e hoje ainda busca e paga por esse tipo de diversão e o boca-a-boca negativo que vem acontecendo, de anos pra cá, sobre a falta de estrutura em geral, segurança, filas enormes e mal organizadas, além da quase abstinência por trazer novas atrações relevantes, tudo isso, acabou por afastando aqueles que cresceram frequentando o parque e hoje poderiam ir com seus filhos, irmãos, namorados(as), cônjuges, pais, sem contar visitantes de todo Brasil e até exterior.

Continue Lendo