19out
2012

Top 30 DJs mais ricos do mundo com set do number 1 – Tiesto

Publicado por

Quem são os Top 30 DJs mais ricos do mundo? Será que valem tudo isso?

Como de costume, trago mais um set para agitar o final de semana dos leitores do Esquenta, bem como a lista dos Top 30 DJs, porque aqui amamos a e-music!!

TOP 30 DJS com Set de música só no ESQUENTA!! Auuuuu

Que tal um set do DJ mais rico do Universo? Já tive o prazer de ir em festas que o Tiesto tocou, por exemplo em 2009, no interior de São Paulo (Helvetia), foi numa noite perfeita, com clima extremamente agradável e muita gente bonita e diversas baladas internacionais em Ibiza, Berlin e Estados Unidos.


Sempre o Tiesto toca muitos de seus sucessos e, na minha opinião, ele realmente ele é muito bom. Aumento o som e confira aqui no Esquenta!

 

Um dos maiores sucessos do Tiesto aqui no Brasil, foi o hit In the Dark, com o cantor Christian Burns.

Recentemente o site Celebrity Networth decidiu listar os 30 DJs mais ricos do atual cenário da e-music, os grandes responsáveis por esses verdadeiros impérios somos nós, os fãs da música eletrônica, por isso tem muita gente querendo virar DJ (rs).

Para tanto, os responsáveis pela pesquisa realizaram cálculos que foram feitos com base nas residências, apresentações em grandes festas, lançamentos de EP e, inclusive, em participações na produção de álbuns de estrelas famosas, como Britney Spears e Madonna. Apesar dos mega números divulgados, a lista não pareceu ter surpreendido muita gente.

O primeiro lugar, por exemplo, grande parte dos leitores já imaginava que pertencesse ao holandês Tiësto. Também são encontrados outros nomes badalados, como de David Guetta, Armin Van Buuren, Paul van Dyk e Paul Oakenfold. Para quem não conhece, o site Celebrity Networth se dedica a descobrir quanto ganha ou quanto vale o patrimônio das mais diversas celebridades. Entram no bolo políticos, atletas, rappers e atores.

Listamos abaixo as cifras de cada um. Acompanhe!

1) TIËSTO - 65 MILHÕES DE DÓLARES
Natural de Breda, uma cidadezinha neerlandesa com uma população de cerca de 145.000 habitantes, Tijs Michiel Verwest, o Tiësto, já foi nomeado para o Grammy, tornou-se um dos nomes mais famosos, considerados e influentes na cena eletrônica no mundo.

Nas suas produções mais recentes, abandonou o rótulo de “DJ” e agora prefere ser chamado como simplesmente “Tiësto”, uma alcunha que deriva de seu apelido de infância.

Ele também é notado por ser o primeiro DJ a tocar ao vivo no palco em Jogos Olímpicos na cerimônia de abertura das olimpíadas de 2004 em Atenas. Além de receber inúmeros prêmios pelo seu trabalho ele foi coroado como o “Melhor Dj do mundo” 3 vezes consecutivas pela DJ Magazine de 2002 / 2003 / 2004.

TIESTO – the number 01

 

2) PAUL OAKENFOLD - 55 MILHÕES DE DÓLARES
Paul Oakenfold está nessa desde os anos 1980 e já bombou muitas pistas na Inglaterra. Atualmente o DJ e produtor é uma das maiores figuras do Trance e House.

Usando influências do “som de Ibiza”, da música eletrônica italiana, do Soul e, obviamente, da House Music, Oakenfold produziu Happy Mondays’ Pills ‘n’ Thrills and Bellyaches, e remixou U2, Massive Attack, Arrested Development, The Cure, Snoop Doggy Dogg, Simply Red, New Order, The Doors, e The Shamen com parceria de Steve Osborne.

Alguns destes remixes foram produzidos sob o selo Perfecto Records, que ele criou.

 

3) PAUL VAN DYK - 50 MILHÕES DE DÓLARES
Paul Van Dyk na verdade se chama Matthias Paul e é natural da Alemanha. PVD é um dos artistas eletrônicos mais importantes da música Trance. Duas de suas maiores influências são as bandas The Smiths e New Order.

Após a queda do Muro de Berlim, uma larga cultura ocidental invadiu a Alemanha, e embora o techno emergisse, Paul procurava um som diferente, mais único.

Utilizando duas plataformas giratórias velhas, criou suas primeiras fitas de remix com suas ideias. Em março de 1991, seu estilo único de música foi tocado pela primeira vez ao público no clube Tresor, em Berlim. Eis que surge a Trance Music.

 

4) JOHN DIGWEED - 45 MILHÕES DE DÓLARES
John tem mais de uma década no comando do programa Transitions, na rádio inglesa Kiss FM e hoje é transmitido para o mundo inteiro.

Digweed é um cara que já tem seu nome impresso nas páginas da história da música eletrônica. Ele é um dos maiores nomes do Progressive House, considerado um dos 30 melhores DJs do mundo pela DJ Mag – é presença freqüente na lista desde 98, tendo sido o número 1 em 2001.

Aos 44 e ainda no auge, Digweed é um dos mais ativos produtores do gênero, mantendo a gravadora Bedrock e os selos Renaissance e Global Underground, que promovem festas e lançam anualmente vários novos artistas de diferentes gêneros da cena eletrônica.

Sua popularidade ultrapassa fronteiras, e já o levou a ser residente de um dos mais populares clubes de Nova Iorque, o Twilo, que fechou as portas em 2001.

 

5) ARMIN VAN BUUREN - 40 MILHÕES DE DÓLARES
Van Buuren é natural dos Países Baixos, especialista em Trance. Ao lado de outros artistas como Tiesto, Ferry Corsten e Paul van Dyk, Armin van Buuren é considerado o maior nome do Trance (comercial).

Tornou-se conhecido com os seus êxitos Blue Fear e Communication que subiram a vários tops mundiais.

É conhecido também pelas colaborações, Major League e Alibi com o próprio DJ Tiesto. Remixou nomes como Gouryella, Cygnus X e Solid Sessions.

 

6) SASHA - 40 MILHÕES DE DÓLARES
Sasha começou como DJ no final dos anos 80, quando finalmente conseguiu residir em uma casa noturna.

Ao lado de John Digweed, outro grande nome da música eletrônica, ele começou a fazer algumas produções. Mais tarde fez parceria com DJs famosos como Junkie JLX e Charlie May para produzir o Xpander EP.

 

7) JUDGE JULES - 40 MILHÕES DE DÓLARES
Não fosse essa lista talvez eu nunca haveria escutado falar neste artista. Mas segundo a wikipedia o cara começou a discotecar em 1987 e logo foi contratado pela rádio Kiss FM/Radio 1.

 

8) PETE TONG - 30 MILHÕES DE DÓLARES
Pete Tong difere em muito do estilo fechado e tradicional inglês, além de ser um dos raros casos em que um DJ defende uma só bandeira ou toca um só estilo musical.

Este DJ jukebox nos revela um romantismo raro na música. Pete Tong defende e toca boa música, como gosta de definir seu case. Ele não pára e continua mais vitaminado do que nunca no show business mundial.

Sua primeira aparição nas rádios foi no início dos anos 70, na Radio Invicta, a primeira da Europa dedicada ao soul.

Em seguida, apareceu na BBC Radio Medway, no programa Soul Mafia. Somente em 1981 Pete fez sua primeira aparição na BBC Radio 1, com quinze minutos no programa de Peter Powell’s, tocando e apresentando as novidades do mundo dançante.

 

9) DAFT PUNK - 30 MILHÕES DE DÓLARES (CADA)
Franceses, Guy-Manuel de Homem-Christo e Thomas Bangalter formam o Daft Punk. Eles alcançaram significativa popularidade na França no final dos anos 1990, no segmento musical de tendência House.

Nos anos seguintes, consolidaram o sucesso combinando elementos com Synthpop. A dupla também é creditada pela produção de canções consideradas essenciais no panorama da French House. Entre 1996 e 2008, a sua carreira musical foi gerida por Pedro Winter (Busy P), chefe da gravadora Ed Banger Records.

 

10) MOBY - 28 MILHÕES DE DÓLARES
Esse também dispensa maiores apresentações. Richard Melville Hall é seu nome verdadeiro. Cantor, músico, DJ e fotógrafo americano. É conhecido por singles como “Go”, “Porcelain”, “South Side” (com Gwen Stefani), “We Are All Made of Stars”, “Why does my heart feel so bad” e “Lift Me Up”.

Já lançou outros trabalhos sob nome Voodoo Child, Barracuda, UHF, The Brotherhood, DJ Cake, Lopez e Brainstorm/Mindstorm.

Moby toca teclado, guitarra, baixo… e seu nome deriva da obra Moby Dick de Herman Melville, seu avô.

 

11) DAVID GUETTA - 25 MILHÕES DE DÓLARES
Pierre David Guetta é um dos francês mais bem sucedidos (mercadologicamente falando) da música eletrônica. São 2 Grammy Awards, atuando no gênero de música House.

Através de parcerias com Britney Spears, Rihanna e também com Madonna, na qual já ajudou a fazer um remix da música “Revolver”, presente na compilação de Celebration, a super popularização da figura “DJ” atualmente também se deve a ele.

David Guetta um dos mais queridos dos brazucas

 

12) FATBOY SLIM - 22 MILHÕES DE DÓLARES
Norman Cook é um cara sensacional, embora tenha tido problemas graves com o álcool recentemente. Apesar de originalmente baixista em uma banda de Rock (The Housemartins), somente sob o codinome de Fatboy Slim e com o toca-discos atingiu o auge de sua carreira.

A mistura de House, Acid, Funk, Hip-hop, Electro e Techno, o consolidou de vez como um astro dentro do cenário da música eletrônica.

Conhecido por ter um jeito particular ao tocar em shows, nos quais não faz propriamente mixagens entre as músicas que apresenta. Já se apresentou aqui no Ceará, no castelão.

O mito FatBoy Slim

 

13) STEVE AOKI - 20 MILHÕES DE DÓLARES
Steve Aoki é de Miami. Um músico americano de Electro House, produtor e fundador da Dim Mak Records, mas atualmente (ao que parece) vêm flertando forte com o Dubstep.

 

14) FERRY CORSTEN - 18 MILHÕES DE DÓLARES
Ferry Corsten é um músico e DJ de Trance dos Países Baixos, considerado um dos maiores produtores de música eletrônica e uma das maiores influências para vários artistas deste seguimento.

Nascido e criado na cidade de Rotterdam, onde realiza maior parte de seu trabalho, Corsten para também é conhecido pelas suas músicas editadas como System F e pelo seu projeto conjunto com o DJ Tiësto de nome Gouryella.

 

15) CHEMIC. BROTHERS - 15 MILHÕES DE DÓLARES
Uma das duplas de música eletrônica mais ovacionadas deste universo, os The Chemical Brothers, vem do Reino Unido e é composta por Tom Rowlands e Ed Simons.

Inicialmente chamavam-se “The Dust Brothers”, referência a uma dupla de produtores musicais que usavam o mesmo nome, mas devido à sua popularidade e possibilidade de retratações legais acabaram mudando seu nome em 1995. Junto com The Prodigy, Fatboy Slim, The Crystal Method e outros artistas, foram os pioneiros do Big Beat.

 

16) CARL COX - 15 MILHÕES DE DÓLARES
Felizmente essa lista não é composta apenas por som farofa. O DJ britânico Carl Cox ocupa o décimo sexto posto e aqui valerá lembrar (ou informar) que ele foi o primeiro DJ a usar 3 pratos em simultâneo nos seus sets.

Carl é sem sombra de dúvidas um dos melhores DJs da atualidade e promove um programa de rádio que é vendido para várias rádios do mundo como a 97.7 FM aqui do Brasil todas as sextas as 22:00h e seu programa está disponível também em seu site oficial.

Tocando desde os 13 anos, hoje com 48, ou seja, 35 anos de amor a música eletrônica. Já tocou em 3 edições do Rock in Rio, fora as inúmeras super festas que já trouxeram aqui.

Carl Cox , particularmente acho D++++

 

17) BENNY BENASSI - 14 MILHÕES DE DÓLARES
O italiano Benny Benassi, nome artístico de Marco Benassi é o DJ responsável pelo casado hit “Satisfaction” e nunca mais conseguiu emplacar nenhuma música no rádio.

Em 2009, a revista DJ Magazine anunciou o resultado anual Top DJ Poll 100, com Ultra Records, onde ele apareceu na posição 26.

 

18) DEADMAU5 - 12 MILHÕES DE DÓLARES
Joel Thomas Zimmerman é o nome verdadeiro do DJ e produtor canadense Deadmau5 (pronuncia-se ‘dead mouse’).

Conhecido por suas composições de House Progressivo, mas ainda por suas apresentações vestido de rato, esse cara foi o maior artista de vendas no Beatport com mais de trinta mil downloads digitais com as músicas “Not Exactly”, “Faxing Berlin” e “Ghosts N Stuff”, entre outras.

 

19) CALVIN HARRIS - 10 MILHÕES DE DÓLARES
Calvin Harris é Adam Richard Wiles. Produtor, músico, letrista e DJ escocês. Começou a trabalhar com música aos 15 anos, quando aos 18, lançou os singles “Da Bongos” e “Brighter Days” pela gravadora Prima Facie com o codinome de “Stoufler”.

Após algum tempo, o músico assinou com a gravadora EMI, após chamar a atenção no MySpace. Em 2007, o músico lança o seu primeiro debut, I Created Disco, que mistura electroclash, disco music, pop e new wave, além de um estilo próprio do músico.

Para divulgar o disco, Calvin saiu em turnê pela Inglaterra com o Faithless e o Groove Armada. Além disso, a carreira de produtor do músico cresceu, trabalhando com músicos como Dizzie Rascal, Kylie Minogue, Róisín Murphy, Sophie Ellis-Bextor, Rihanna e a dupla britânica The Mitchell Brothers.

Recentemente Calvin se apresentou no Brasil no festival Lollapalooza.

Calvin Harris – quem não curte Feel So Close?!

20) ATB - 8 MILHÕES DE DÓLARES
ATB é o pseudônimo do DJ alemão André Tanneberger. Esse cara decidiu fazer suas próprias músicas usando um computador e um pequeno sintetizador em seu próprio quarto.

Através de Thomas Kukula (o produtor do conhecido projeto General Base) teve acesso a um estúdio profissional pela primeira vez.

Já no estúdio de Kukula, bem mais equipado pode finalizar as suas produções caseiras. Estava criado o primeiro projeto de André, o Sequential One.

Em 1998, Andre iniciou um projeto solo chamado ATB. Sua primeira música com este nome foi “9PM (Till I Come)”, incluída no álbum Movin’ Melodies, que liderou as paradas musicais do Reino Unido em 1999 e é geralmente lembrado como o primeiro número um de Trance.

A faixa apresenta um riff de guitarra que se tornou enormemente popular. Este som, o qual ele acidentalmente encontrou enquanto experimentava um novo deck de produção, se tornou a marca registrada de seus primeiros hits.

 

21) SKRILLEX - 8 MILHÕES DE DÓLARES
O Skrillex é de Los Angeles. Seu nome verdadeiro é Sonny John Moore.

Ex-cantor e compositor, o cara tinha uma banda de post-hardcore; começou sua primeira turnê como artista solo no final de 2007.

Depois de formar uma nova banda, Moore viajou na excursão Alternative Press Tour apoiando bandas como All Time Low e The Rocket Summer, e apareceu na capa da Alternative Press anual das 100 Bandas Que Você Precisa Conhecer.

Em Fevereiro desse ano o Skrillex venceu duas categorias no Grammy Awards: Melhor Gravação Dance e Melhor Álbum Dance/Eletrônica.

Dia desses esteve de passagem pelo Brasil no festival Lollapalooza.

 

22) AVICII - 6 MILHÕES DE DÓLARES
Outro sueco influente do mercado milionário da música eletrônica é o DJ e produtor Tim Bergling, mais conhecido por Aviccii (ou Tom Hangs)

Seu primeiro single “Ridvan”, alcançou o top 20 em vários países, incluindo Bélgica (#1 na Flandres), França, Países Baixos (nº 2), Reino Unido e na Suécia.

Avicii surgiu na indústria da música em 2008, aos 18 anos, através de um remix para o jogo “Lazy Jones” de Commodore 64. Isto levou seu primeiro lançamento pela Strike Recordings com o título de “Lazy Jones”.

O super em alta Avicii

 

23) GARETH EMERY - 5 MILHÕES DE DÓLARES
Emery chamou a atenção em uma comunidade de música eletrônica no início de 2002, quando fez um remix da música “Nervous Breakdown” foi transmitida ao vivo pela BBC Rádio 1 quando acontecia o festival de Mardi Gras.

Depois de ser ovacionado e defendido por grandes DJs, incluindo Eddie Halliwell, Pete Tong, Ornadel Guy, Scot Project e Dave Pearce, “Nervous Breakdown” foi lançada oficialmente e lançada posteriormente em uma série de compilações.

 

24) SWEDISH H. MAFIA - 4 MILHÕES DE DÓLARES (CADA UM)
Axwell, Steve Angello e Sebastian Ingrosso são os três caras por trás do Swedish House Mafia. Eric Prydz é um ex-membro do grupo.

Em 2010, eles entraram pela primeira vez no top DjMag em 21º lugar, porém houve um mal entendido e os SHM fizeram uma campanha alusiva a que os votantes votassem em cada um dos elementos em separado.

 

25) ERIC PRYDZ - 4 MILHÕES DE DÓLARES
Um dos melhores produtores suecos, também conhecido como Pryda, Cirez D, Sheridan e Moo, atualmente Eric reside em Londres.

Prydz fez parte dos Swedish House Mafia, mas abandonou o grupo. Em 2009 ficou colocado em #34 no Top 100 DJ Poll da DJ Magazine. É conhecido pelas musicas “Call on Me”, “Proper Education” e “Pjanoo”…

 

26) MARTIN SOLVEIG - 3 MILHÕES DE DÓLARES
O francês Martin Picandet, mais conhecido como Martin Solveig, é DJ, produtor musical e apresentador so programa de rádio “C’est La Vie” que é transmitido para várias partes do mundo.

Martin escolheu seu sobrenome artístico em homenagem à atriz francesa Solveig Dommartin. Em 2011 foi oficialmente anunciado entre os produtores do novo álbum da Madonna.

 

27) KASKADE - 3 MILHÕES DE DÓLARES
Kaskade é o nome artístico do DJ e produtor estadounidense Ryan Raddon, nascido na cidade de Chicago, (Illinois), iniciou a sua carreira em 2001 tocando gêneros como House e Progressive House.

Kaskade outra fera que “pira” a cabeça dos brasileiros!

 

28) DARUDE - 2,5 MILHÕES DE DÓLARES
Eu, particularmente, só o conheço pelo hit Sandstorm (1999), mas o produtor de trance progressivo Darude começou mesmo a tocar para colegas e logo depois já assinava com a gravadora JS16 Records.

 

29) MARKUS SCHULZ - 2 MILHÕES DE DÓLARES
Markus Schulz é um DJ e produtor alemão, que atualmente reside em Miami, Flórida. Ele também é conhecido pelo seu programa de rádio chamado Global DJ Broadcast.

É dele também uma das discotecas mais badaladas do Arizona. Em 28 de outubro de 2009 a DJ Magazine anunciou os resultados do top 100, colocando Schulz em 8º lugar.

 

30) AFROJACK - 2 MILHÕES DE DÓLARES
O holandês Afrojack, é o ex namoradinho da patricinha Paris Hilton. Seu nome de batismo é Nick van de Wall. Já remixou Michael Jackson, Black Eyed Peas, Steve Angello, Laidback Luke, Spencer & Hill, David Guetta etc…

 

Mais infos no site: www.celebritynetworth.com e ainda agradecimento ao meu parceiro e grande brother Rafael Maldonado!!